Término de namoro. Uma parte difícil de um relacionamento e que alguns conseguem superar e outros não. Uns sabem exatamente como fazer e outros usam o extinto.

Confesso que término de namoro nunca foi o meu forte, mas a superação quanto a isso sim. Tive dois namoros e nenhum deles acabou de uma forma “amigável”.Aconteceu o que geralmente acontece: acabou a paixão. [Diz meu professor que amor não existe, só interesse. Se for na teoria dele, acabou-se o interesse, então]. Essa é uma das coisas que muitas pessoas não sabem distinguir no início da relação, mas eu tenho uma ideia. Paixão é como uma bomba, explode, está com toda a força, mas com o tempo acaba. E de uma forma um tanto quanto rápida. [O que faz um relacionamento onde há a paixão durar um pouco mais, é a comodidade]. Ou seja, quando você se apaixona por alguém, o sentimento está ao máximo, você não vive mais sem a pessoa de uma hora para a outra, e quando você menos espera, acaba. Pelo simples fato de a paixão, o afeto, ou simplesmente o interesse terem acabado.

Já o amor, é algo que vai acontecendo com o tempo. O sentimento vai crescendo gradativamente até atingir o ápice e acontece o que muitos dizem: você se apaixona todos os dias pela mesma pessoa. [A paixão faz parte do amor, mas a paixão não vira amor]. Por isso eu não acredito no “eu te amo” repentino. Essas coisas levam tempo, as vezes até demais.

Mas voltando ao término, eu sou totalmente contra a casais que terminam e voltam o tempo todo, a menina que quase morre de depressão com o fim do namoro, e meninos e meninas que ficam falando mal dos ex’s para todo mundo.

Tudo bem, chorar é normal. Eu sei que você vai passar um tempão achando que ele é o homem da sua vida, mas olha só: ele não é não! Então em vez de ficar chorando no sofá, assistindo algum filme de romance, ou ficar escutando sua lista de músicas mais depressivas, vai sair com suas amigas e animar a sua vida. Esquece do passado e e vamos em frente!

Casais que terminam e voltam o tempo todo:  se vocês terminam sabendo que vão voltar, pra que terminar? Chega de estresse, vai curtir o relacionamento de vocês! Parem de se preocupar com coisas bobas!  E pessoas que falam ma do ex, isso pra mim é dor de cotovelo, ciúme e um pouquinho de sentimento que ainda está escondido aí. Bola  pra frente, né galera?

Quando eu terminei meu namoro, eu criei um bloqueio para que eu não pensasse nele e nem soubesse das coisas dele. Deletei por completo ele da minha vida, e acabei criando um sentimento de raiva [não que ficasse demonstrando isso para todo mundo]. Mas essa raiva, não é boa, se ela começa a crescer demais. Na realidade, pra que ficar odiando uma pessoa? Isso gasta tanta energia! É melhor fingir que ela não existe. 

Mas a melhor das opções é tentar terminar numa boa, continuar sendo amigos ou cada um vivendo sua vida, sem interferir na do outro.

É claro que nem todos os casos, são como os que eu descrevi, mas vamos dizer que a maioria, sim.

A melhor dica é não ficar preso no passado e seguir em frente! Move on people!

Escolham brilhar,

Andressa.

Anúncios